Crossfit Games: tudo que você precisa saber

Cada dia mais popular no Brasil, o CrossFit tem ganhado milhares de adeptos em busca da otimização de suas capacidades físicas por meio desse esporte altamente dinâmico e intenso. Estima-se que existam hoje no Brasil cerca de 600 boxes afiliados ao CrossFit (veja aqui como fazer o licenciamento da marca Crossfit), números superiores aos da Austrália e do Canadá, e que nos torna o segundo país do mundo com mais boxes afiliados.

crossfit games

Com o aumento do número de atletas, crescem também as chances de ver um brasileiro no Reebok CrossFit Games, o maior evento de CrossFit do mundo. O objetivo da competição, segundo os organizadores, é encontrar a pessoa com a melhor capacidade física do planeta por meio da realização de uma variedade de exercícios físicos intensos que só são divulgados no dia dos jogos.

curso-abra-seu-box-crossfit

A lista de possibilidades de exercícios é extensa, uma vez que as atividades realizadas no CrossFit são bem variadas e sempre baseadas na funcionalidade. O Reebok CrossFit Games 2016 acontece de 19 a 24 de julho, na Califórnia. Saiba tudo sobre o CrossFit Games no nosso artigo de hoje!

Livro Instagram Fitness

Alto nível

O CrossFit Games é realizado desde 2007. Quatro anos após sua primeira edição, o evento passou a ser organizado e patrocinado pela gigante de artigos esportivos Reebok — por isso ele foi rebatizado para Reebok CrossFit Games.

Da primeira edição até agora muita coisa mudou, sobretudo em relação ao nível de habilidade dos atletas. Podemos dizer que os esportistas classificados nas regionais deste ano são infinitamente mais capacitados do que os vencedores da primeira edição. Isso porque ao longo dos anos o esporte foi se aprimorando, se tornando mais competitivo e ganhando cada dia mais fãs e adeptos.

Curiosidade: um dos principais WOD clássico, sempre tem é “hero” o MURPH, é um  treino de benchmark composto em:
WOD – MURPH
1.600m de Corrida
100 Barras
200 Flexões
300 Agachamentos

1.600m de Corrida

murph-wod-games

Etapas de seleção

The Open

Nesta fase de seleção, atletas do mundo inteiro podem participar — sejam eles profissionais, inscritos em boxes afiliados ou amadores, que praticam apenas em casa. Para isso, eles enviam vídeos realizando cinco workouts previamente anunciados no site oficial da competição. Todos os vídeos são avaliados e apenas os melhores atletas das 17 regiões são classificados para a próxima etapa. A competição se divide em três categorias: individual feminino, individual masculino e equipes.

Regionals

Ao longo de três semanas são realizadas competições regionais que classificam os melhores atletas. Nesta etapa, as 17 regiões são reduzidas a 8. A classificação ocorre assim:

EUA e Canadá: 20 homens, 20 mulheres e 15 equipes

Europa e Austrália: 30 homens, 30 mulheres e 20 equipes

América Latina, Ásia e África: 10 homens, 10 mulheres e 10 equipes.

The Games

Esta é a etapa em que de fato ocorrem os jogos, somente com os sobreviventes das etapas anteriores. São 40 homens, 40 mulheres, 40 adolescentes e 20 convidados competindo pelo título de melhor condicionamento físico do mundo.

wod crossfit games

Mudança nas regras

Até 2014, a América Latina tinha vaga garantida na competição. Em 2015, uma mudança nas regras da etapa regional diminuiu o número de regionais para 8.

Dessa forma, regiões com menos tradição no esporte, como Ásia, África e América Latina, acabam competindo com regionais mais experientes, o que reduz suas chances de entrar na etapa final do torneio. Até hoje nenhum brasileiro chegou nessa fase. No entanto, essa realidade tende a mudar com o avanço dos treinamentos do esporte no país.

Atletas internacionais

Fora do Brasil, em países em que o CrossFit já é um esporte consolidado, há atletas de renome mundial e que merecem ser destacados. Confira a trajetória de alguns deles:

Rich Froning

Rich Froning: O atleta, também conhecido como “a lenda”, sagrou-se campeão do CrossFit Games em quatro edições consecutivas, de 2011 a 2014. Ele compete desde 2010 e, devido ao excelente desempenho, ganhou patrocínios importantes como da empresa organizadora do evento, a Reebok.

ben-smith

Ben Smith: Campeão do CrossFit Games 2015, Bem Smith é dono de um box e, dedicado, treina cerca de cinco dias por semana, três horas por dia. Ele participou da competição sete vezes antes de conquistar o prêmio.

Mathew-Fraser

Mathew Fraser: O americano foi um dos favoritos a levar o prêmio de atleta com a maior capacidade física do mundo em 2015. Há 3 anos e meio no esporte, ele já participou duas vezes do CrossFit Games e logo na estreia ficou em segundo lugar. Na época, seu coach foi quem o inscreveu na competição. Ele ficou em primeiro lugar nas classificatórias regionais e em segundo na competição final. Este ano ele repetiu o feito e disputará o título nos jogos.

Atletas brasileiros

Com o avanço do esporte no Brasil, alguns atletas nacionais tem obtido destaque aqui e lá fora. Conheça um pouco mais alguns deles:Daniela-Watanabe

Daniela Watanabe: A primeira vez que Daniela competiu pelo esporte foi em 2012, durante o torneio CrossFit Brasil. Logo em sua primeira participação ela levou a oitava colocação. Depois disso, passou a se dedicar ainda mais ao esporte. No ano seguinte ficou em 3º lugar na primeira etapa de classificação do CrossFit Games. Os treinos de Daniela são divididos em força, técnica, WOD e treinos específicos, durante 2h30. Na época de competição, a atleta chega  treinar duas vezes ao dia.

Joyce-Rodrigues

Joyce Rodrigues: A fisioterapeuta e educadora física Joyce Rodrigues é uma das atletas que promete levar o nome do Brasil para o mundo através do CrossFit. Ela ficou entre as 10 melhores da América Latina e está entre os participantes do CrossFit Games em 2016. Joyce treina cerca de 15 vezes por semana.

anderon-primo

Anderon Primo: O atleta chegou no CrossFit por acaso, com o objetivo de aprimorar suas habilidades em outro esporte, o judô. No entanto, apaixonou-se pelo CrossFit e hoje é um dos maiores atletas do país. Anderon ocupou o primeiro lugar do pódio no Torneio CrossFit Brasil 2015. Para ele, o segredo do sucesso no CrossFit está na dedicação e em conhecer seus próprios limites para controlar a ansiedade durantes os torneios.

Artur-Machado

Artur Machado: Artur começou sua caminhada no CrossFit treinando sozinho, em um parque, de forma amadora e com poucos recursos. Em 2013, ficou em quarto lugar no torneio CrossFit Brasil e em 2014 em segundo lugar no Summer Games. Em 2015, ele ficou em 41º lugar nas regionais do CrossFit Games.

montar-box-crossfit

E então? Aprendeu tudo sobre o CrossFit Games? Quer saber mais sobre o esporte?

Descubra aqui como montar seu box de CrossFit e como obter a certificação level 1!

certificado level1 crossfit

Dicionário de Treinos Gratuito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *